Portugueses a aprender alemão aumentaram 70%

O número de portugueses inscritos no Instituto Goethe, o principal centro de aprendizagem da língua alemã em Portugal, subiu quase 70% entre 2010 e 2012, de acordo com dados da instituição a que a Lusa teve acesso.

De acordo com os dados, no primeiro semestre de 2010 estavam inscritos 936 alunos no Instituto Goethe, número que subiu para 1582 no primeiro semestre deste ano.

O aumento de alunos, aliás, tem sido uma constante nos últimos anos neste instituto, sinalizando que a crise económica que Portugal atravessa e a necessidade de aprender uma língua para facilitar a integração num mercado de trabalho estrangeiro são dois fatores que os portugueses consideram importantes.

“Às vezes há expetativas pouco realistas sobre as pespetivas profissionais e o nível de competência linguística necessária para trabalhar num país de língua alemã”, alerta a direção do Instituto Goethe, quando comenta os dados disponibilizados à Lusa.

“Temos muitos alunos novos que, no futuro, pretendem estudar ou trabalhar na Alemanha ou na Suíça”, dois dos principais destinos da emigração nacional, acrescenta a mesma fonte, que sublinha que o próprio mercado de trabalho alemão também influencia os novos modelos de cursos, por exemplo “cursos super-intensivos para grupos profissionais específicos, como os enfermeiros”.

Entre 2011 e 2013, as taxas de crescimento do número de inscritos no Instituto com o intuito de aprender alemão subiram sempre acima dos 10%, com um pico de inscrições em 2011 e 2012, anos em que, do semestre de primavera para o semestre de outono, o número aumentou sempre acima dos 20%.

in DN Economia

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *